Site Meter Ame Design - amenidades do Design . blog

23.4.14

Soprando… Design DIY



Ruben der Kinderen é um designer holandês com escritórios em Berlim e Eindhoven, especializado em design de produto e desenvolvimento de experiências sociais. Pois é exatamente esta a descrição que podemos dar ao seu projeto BLOW, ou Sopro em português, um projeto que expõe técnicas de produção de produtos contemporâneos transformadas de fabricação automatizada em um processo manual simples.

Nele a garrafa PET é tomado como um exemplo e seu processo de produção automatizado é re-imaginado em um manual. Usado como o primeiro estudo de caso em seu projeto, é um bom exemplo de um objeto que pode ser encontrada em todos os lares e que a maioria das pessoas não tem idéia de como é feito. Isso permite a criação de produtos novos e exclusivos, bem como uma nova visão sobre o processo de produção… Neste caso através do aquecimento de uma pré-forma (tubo de PET) e por injecção de ar manualmente bombeado, é criado um novo objeto que se assemelha a um belo vaso de vidro com desenho contemporâneo.



O designer propõe uma abordagem Do-It-Yourself para a fabricação do produto, o que coloca uma nova perspectiva sobre as técnicas e esforço envolvidos na criação de inúmeros produtos de consumo que nos cercam (similar à abordagem do designer David Steiner em sua fábrica caseira de objetos).

O resultado em ambos os casos são surpreendentemente elegantes, o que serve como prova de que uma abordagem DIY pode produzir projetos tão belos como qualquer linha de produção industrializada.







Os vasos podem ser comprados no ETSY ou diretamente na loja online do designer.

22.4.14

A nova forma do lanche da tarde...



Quando bate aquela fome a tarde, quem pode, se serve um bolinho ou biscoito com leite, certo? O chef Dominique Ansel decidiu unir o consumo dos dois, tornando um simples lanche em uma experiência diferente, colocou-os juntos em um copo que é, na verdade, feito de biscoito de chocolate: o Cookie Shot.

Como já falei anteriormente, o sucesso de um projeto pode não estar em novas embalagens mas em novas formas de apresentação, experimentação ou vivência do produto.

Neste caso, a idéia é você beber o leite, em seguida, comer recipiente feito de biscoito. Mais simples impossível, aliás o mesmo pensamento do sorvete de casquinha. Pois o chef da padaria requintada responsável pela criação garante que sua receita mantem o interior sólido o suficiente para segurar o leite, enquanto o resto do cookie é mais macio. Deu vontade de experimentar…



Me lembrou os projetos da embalagem individual de mel e da colherada de chocolate.

16.4.14

Rótulos russos



Rótulos de bebidas russas, principalmente cervejas… e tem mais um bocado clicando aqui e "passeando" pelas páginas. Saúde :)











































via

15.4.14

Caramelos Embaré, Brazilian Delights







Lembram do caramelo Embaré? Pois então… o pessoal da Greco Design acabou de fazer um belo projeto de embalagem focado na exportação. O projeto de embalagem para os caramelos Embaré resgataram as lendas indígenas como estratégia de venda de um produto premium bem brasileiro.

Confira o video abaixo e aproveite a entrevista que fizemos com a equipe da Greco Design sobre o projeto :)




1 - Vocês poderiam contar um pouco sobre o novo projeto de embalagem da marca Embaré?
A Greco Design foi a responsável pela criação das embalagens da nova linha de caramelos da Embaré, Brazilian Delights, que será comercializada exclusivamente no exterior. As embalagens exploram a forte brasilidade presente no produto e em seus sabores: açaí, manga, pitanga, papaya, cupuaçu e graviola. As ilustrações criadas retratam as lendas indígenas recontadas por várias gerações, sobre as frutas contidas no produto.


2 - Qual o público alvo do novo posicionamento da marca?
Na verdade a Embaré não está mudando seu posicionamento de marca, mas sim reforçando sua presença no mercado internacional. O público-alvo são consumidores desse mercado. A linha Brazilian Delights foi apresentada em primeira mão na ISM (International Sweets and Biscuits Fair), realizada na Alemanha e atualmente reconhecida como uma das mais importantes feiras de doces e confeitaria do mundo.

3 - Sabemos como os caramelos Embaré são um produto carregado de memória afetiva dentro do imaginário infantil (referente a infância) de muitos brasileiros. Porque a escolha de lendas indígenas dentro da estratégia de storytelling, mesmo que para um publico diferente?
Embaré significa “árvore saborosa” na língua tupi guarani. Este foi o ponto de partida para a nossa pesquisa. Nossa intenção era explicar a origem das frutas para um público que talvez não as conheça. As lendas indígenas contam não apenas a história das frutas que dão sabor aos caramelos da linha, mas também sobre o que o nosso país tem de melhor: diversificadas origens e riqueza cultural.

4 - Qual foi o maior desafio neste projeto?
O principal desafio desse projeto foi desenvolver uma embalagem capaz de apresentar, com distinção, os sabores das frutas silvestres brasileiras em um mercado internacional.




Dá para conferir todas as lendas e ilustrações no site do projeto Embaré, Brazilian Delights.








Se você ficou com vontade de ver e saber mais sobre os projetos da Greco Design aproveite a entrevista que a designer Ana Luiza Gomes, amiga do blog, fez com Gustavo Greco (clicando aqui).