Site Meter Ame Design - amenidades do Design . blog

11.4.16

Reciclando Plástico e
montando sua própria lojinha de produtos







Você sempre quis fazer algo ligado a reciclagem ou reaproveitamento mas achava tudo muito complicado? Pois olha o que o designer Dave Hakkens criou: uma oficina modelo prática e acessível de reciclagem plástico! A proposta é tornar a reciclagem dos plásticos possível em um pequeno espaço e em pequena escada, nada que precise se parecer com uma indústria, na verdade pode ser até uma lojinha atelier mesmo.



O autor tem um canal no you Tube onde explica grande parte do como fazer e usar os equipamentos que criou e a idéia é como um kit, o projeto Precious Plastic. Tem página no facebook também e fiquei pensando como eu não conheci isso antes rsrsrs pois o projeto é de 2013!




Dave levou 2 anos para desenvolver os projetos das máquinas que reciclariam o residuo de plástico localmente. O próximo passo foi compartilhar, gratuitamente, como as máquinas foram desenvolvidas bem dentro da idéia de Open Design. As máquinas podem montadas usando materiais e ferramentas bem básicas, a partir de modelos com "código aberto online" gratuito para que as pessoas possam reconstrui-las pelo mundo.

A idéia é levarmos nos a ação! Então corre no site Precious Plastic para aprender tudo e monte o seu atelier agora mesmo :)

...mais aqui...

5.4.16

Nimbus, o caçador de nuvens





Nimbus - o caçador de nuvens -  é um projeto de animação que venho acompanhando a tempos e que capturou minha atenção desde o início :)

O projeto surgiu, inicialmente, de um pequeno livro criado pelo Marco Nick em um exercício da faculdade, que acabou inspirando outros no caminho.

"Sim, o projeto começou em sala de aula em um exercício de Expressão Gráfica que consistia em quatro etapas: A primeira era captar imagens de texturas, aleatoriamente, aquelas que mais chamassem a atenção. Depois, selecionar apenas cinco imagens de todas que foram registradas. E por último, ressignificar essas imagens, através de livres interferências. Transformar essas texturas em uma nova imagem. E nesse momento, o personagem da história surgiu, as texturas viraram cenários em que um pequeno personagem interagia, resultando numa série de postais intitulada de "Viagem do menino sem mala" nos conta a equipe do Factorio Studio + Leben108


Postais do exercicio da faculdade "Viagem do menino sem mala"

"Após todo esse processo, foi nos dado um novo desafio como exercício. Transformar o resultado obtido em um produto, com novas experimentações estéticas. E foi nessa etapa que surgiu a primeira idéia do Nimbus. Ainda sob o título 'Viagem do menino sem mala' foi criado um pequeno livro com a história daquele personagem da série de postais. Uma história sobre um menino que queria viajar mas não tinha uma mala para carregar a única coisa que tinha de valor: seus sonhos. Essa história ficou guardada por um bom tempo, até que em uma conversa com o pessoal da Leben108 filmes, surgiu a idéia de montar um roteiro baseado nesse pequeno livro. Foi quando escrevemos o projeto e submetemos ao processo de edital Curta Criança do Ministério da Cultura."

O projeto, então, se transformou no que é hoje através da parceria da Factorio Studio com a produtora Leben 108 filmes, onde cada um entrou com suas melhores qualidades para transformar a pequena história em um curta metragem de animação.

Uma delícia conhecer o passo-a-passo que está sendo executado pelos designers João Victor e Marco Nick, o qual compartilho com todos vocês desde a inspiração surgida em sala de aula até a experiência da produção da animação, que ainda está acontecendo.








Nimbus, o caçador de nuvens

O Nimbus é um menino sonhador, ingênuo e inocente como toda criança, gosta do lugar onde mora, das pessoas, das nuvens e das estrelas. A sua mania de aprisionar, guardar e engavetar coisas vem da sua função na vila. Apesar de garoto, ele tem um importante papel onde mora, é através da sua caça às nuvens que ele consegue água para toda a vila. Lá não chove normalmente. Logo,  Nimbus é um pequeno caçador, que captura nuvens e as aprisiona em gaiolas presas à uma árvore, no meio da vila, para poder retirar delas a água que precisam.


Desenvolvimento do personagem

Na busca pela forma do protagonista os designers compartilham suas idéias no blog destinado a registrar  os passos da produção: clicando aqui todos podem conferir como aconteceu o desenvolvimento do personagem.












A vila: construindo o cenário

Desde a concepção inicial, foram realizadas alterações significativas no projeto e acrescentadas novas propostas ao curta. No desenvolvimento do cenário não foi diferente, em sua primeira versão, as casas dos moradores e outros elementos que compõem a vila, seriam inseridos digitalmente no cenário da mesma forma que os personagens. Mas, posteriormente, perceberam que construindo maquetes físicas e inserindo-as no cenário real, acrescentariam ao filme uma atmosfera única e um universo mais cativante e particular à história.





Após decidir utilizar maquetes como cenário, o próximo passo foi a escolha do material para sua fabricação. Entre os materiais pesquisados, o metal foi escolhido como uma ótima solução, tanto pelo aspecto visual quanto pelas qualidades estéticas peculiares do material.

A idéia foi utilizar placas de aço e chapas de ferro enferrujado, pois a superfície e as texturas provocadas pela corrosão já possuem um aspecto orgânico, favorecendo sua integração ao ambiente e tornando-a mais real, era como se de fato aquelas casas tivessem sido expostas ao clima da floresta e sofrido suas interferências.










Linda idéia, não é? Eles fizeram uma postagem no blog da animação explicando tudo. Dá para conferir também um álbum da página do projeto no facebook com imagens do processo de fabricacão do cenário da animação

No video abaixo do 'making of' do processo de toda a produção das casinhas da vila dá para entender como o cenário envolveu muito trabalho e mão na massa!




Making of  das gravações

Os designers queriam captar os cenários reais e interferir, posteriormente, com elementos e personagens digitais. A idéia inicial eram cenários em vídeo, com movimentos reais de sombra, texturas e luz, mas só no momento da composição e edição perceberam que precisariam fazer diferente do imaginado...  Sabemos bem como é isso, né? Nem sempre o que planejamos funciona exatamente como o previsto na hora e aí a nossa grande capacidade de resolver os problemas é posta a prova ;)





Coisa mais linda ver o video do processo criativo com a edição das imagens captadas. clica aqui para ver, viu? Aproveita e curte a página do projeto no facebook também.

Olha o teaser com som e trilha no video abaixo. Tá ficando uma graça, não acham? Adoro a forma como o projeto surgiu, ainda na sala de aula, e como está sendo feito, artesanal em várias partes, tornando-o único e mostrando a dedicação dos envolvidos em cada detalhe. Doida para ver como vai ficar a versão deste curta, mas já parabenizo por todo o trabalho até aqui ;)

22.3.16

Inspirado na arte islâmica



Você provavelmente já deve ter visto este video "por aí" mas resolvi trazê-lo para uma postagem simplesmente para debatermos o quanto as palavras podem modificar as percepções :)

Vamos começar pela tradução da descrição do video: "Inspirado pela arte islâmica, pesquisadores da Universidade McGill do Canadá desenvolveram uma nova espécie de "metamaterial" extensível que quando puxado em uma direção, se expande também em uma direção lateral. Em outras palavras, quando esticado, o material torna-se mais amplo, ao invés de apenas mais fino"



Assistindo ao filme acima vocês concordam com a "idéia" de "metamaterial"? Pois é, também existe sensacionalismo com recorte e padrões... incrível, não? Por isso, precisamos de muito pensamento crítico para tudo que lemos e vemos, ok?

O que vemos aqui é basicamente um padrão, muito bem feito, inspirado na arte islâmica com recorte também em padrão de repetição possibilitando ao material (que poderia ser E.V.A. ou um polímero) este "desdobramento". Poderia ser feito em papel também, por exemplo, mas é claro que a resistência do papel é menor podendo se rasgar facilmente. As aplicações podem ser várias, isso é claro, e aí está a potência da idéia :)

18.3.16

Colagens pela diversidade de idéias



As colagens de Amy Ross caem bem neste nosso momento para nos lembrarmos que somos muitos e diversos e é bom que sejamos assim!














16.3.16

Vamos plantar boas idéias?





Uma boa idéia em embalagem é aquela que já traz embutido novos pensamentos ou outros usos para os materiais que serviram como forma de cuidado, transporte e exposição da mercadoria :)

Aqui nesta idéia temos uma embalagem de sementes que foi pensada conceitualmente por Ragini Sahai e Bryn Hobson a partir de uma bela e simples idéia que traz três usos embutidos através de uma colher de madeira ou bambu que serve tanto para embalar, quanto como uma pequena pá e, principalmente, como plaquinha de jardinagem :) Pensar projetos de design deve ser sempre assim; pensar no inicio, meio e fim do material!







Aqui aproveito, também, para trazer uma abordagem diferente e baseada em similaridades da forma estética do macarrão com os cabelos das pessoas :) O designer russo Nikita trouxe a idéia em embalagens bem simples mas com grande expressão comunicativa, como vocês podem ver abaixo.





Percebam como uma embalagem pode mudar um posicionamento e forma de comunicação dentro de um nicho, trazendo idéias do ramo da beleza para o da alimentação, não é?

A brincadeira é super válida mas deixo aqui uma observação, ou questionamento, a esta idéia que também é conceitual: porque colocar um rosto feminino? Porque não deixar sem estampas no rosto que pode ser apenas induzido pela forma do contorno?

De qualquer forma a intenção aqui é mobilizar o pensamento e tirar as idéias do lugar comum :) Fazer com que todos percebam o potencial em buscar novas alternativas...





7.3.16

Geléia artesanal + rótulo com carimbo = lindeza!










La Tía Fina é uma empresa familiar espanhola com pequena produção de geléias artesanais. Neste projeto percebe-se que a restrição de orçamento não pode e nem deve ser um empecilho para boas idéias :) Juanma Aznar usou a técnica artesanal de carimbos como inspiração para a identidade desta marca de geleias caseiras, usando as próprias frutas e suas texturas para obter a ilustração do rótulo que foi criado em duas cores e é um charme só!

Em termos de valores transmitidos, o rótulo transmite perfeitamente o pensamento de que o produto é realmente artesanal, não é?





5.2.16

Uma boa estratégia,
uma impressora digital e origami


A marca de chocolates de Israel Strauss Elite resolveu inovar em suas embalagens para se diferenciar da concorrência em sua marca Cow Chocolate. As embalagens da marca estampam o ícone de uma vaca desde seu lançamento, em 1934, mas as novas embalagens trocaram sua cor vermelha tradicional por invólucro com design único. Após dobradas, as embalagens acabam reaproveitadas como esculturas de origami únicas, dando origem ao nome da campanha: Origamoo.

Um belo reforço da marca, com seu símbolo agora fazendo parte da decoração dos seus consumidores que acabam por ter uma iniciativa de coleção com as embalagens, aumentando as vendas durante esta campanha.

As embalagens individuais foram geradas usando a tecnologia Mosaic de design variável. Um artista especializado em origami foi contratado para desenvolver a dobradura da embalagem, que inclui as orientações para dobrar na parte interna.





A idéia da campanha surgiu de algumas observações importantes compartilhadas pela própria marca,
como o crescente interesse pelo Faça Você Mesmo, por exemplo. "Uma rápida pesquisa no Google revela que a tendência e o interesse por Faça-você_mesmo/DIY está crescendo rápido, além de muitas pessoas postando videos tutoriais how-to, percebemos um número ainda maior de internautas expressando grande interesse e envolvimento. Esta tendência é percebida em todas as categorias e faixas etárias, e, na verdade, qualquer público-alvo pode encontrar o que está procurando, entre a grande abundância de tais mensagens."

Para a marca, esta tendência está sendo impulsionada por três plataformas principais:

Youtube: o "berço" da tendência do-it-yourself. YouTubers são os principais canais onde seus públicos alvo encontram vídeos, que recebem centenas de milhões de visualizações.

Pinterest: plataforma líder que apresenta conteúdo altamente popular, principalmente nos temas comida, artesanato e tecnologia. Um guia criado para adolescentes é um exemplo particularmente encantador.

Instagram: nesta rede você pode encontrar tutoriais curtos (até 15 segundos) de vídeo que pode guiá-lo, passo a passo, através de uma ampla variedade de soluções e idéias, de como fazer e decorar pulseiras, almofadas de design e preparar receitas especiais.






A intenção fica nítida com esta abordagem :) A marca pretende se aproximar de seus consumidores, através da interação com os mesmos seja através das redes sociais, seja através da interação com a embalagem e consequentemente criou uma proposta de reaproveitamento evitando que a mesma se tornasse resíduo imediatamente.

Nesta campanha, os consumidores também podem achar instruções de dobra em um site exclusivo da campanha, que encorajava os consumidores a publicarem imagens de seus próprios designs no Facebook e Instagram concorrendo a prêmios. O projeto foi lançado com campanha de mídia incluindo TV, banners e mídia social.









via