Site Meter Ame Design - amenidades do Design . blog: O tempo da imersão e das vivências

20.10.17

O tempo da imersão e das vivências



Olá queridos, apareci depois de um bom tempo sem escrever por aqui. Retorno com boas novas! Alguns amigos, que me acompanham pelas redes sociais, sabem dos últimos feitos que justificam essa ausência por aqui.

Vou começar por 2016, ano no qual estive em um tempo de imersão etnográfica e escrita de dissertação, e sua defesa para a banca. Sim \o/ eu terminei um mestrado em Antropologia, e foi um período de revoluções internas, típica dos estudos nas ciências sociais. Simplesmente transformador!

Tanta coisa aconteceu neste último ano, 2016 e 2017 tem sido intensos... muita produção, muitos outros aprendizados neste "retorno" ao mercado pós pesquisa. Me mudei de casa duas vezes, de estado e região, palestrei em um TEDx (yes!) , estudei sobre como o design é um produtor de futuros possíveis e produzi um workshop lindo que já apliquei algumas vezes, conheci pessoas inspiradoras, cortei o cabelo curto e depois raspei parte, participei de eventos, produzi alguns e tenho falado por ai sobre como o design é um grande catalisador de mudanças e inovações neste mundo exponencial. Com tanta coisa acontecendo, tanta produção e iniciativas empreendedoras posso garantir a vocês que aprendi como o olhar e a escuta atenta às pessoas simplesmente acaba com o problema da página em branco. Dados de pesquisa etnográfica e qualitativa são os nossos melhores amigos na resolução de questões estratégicas, no entendimento e no delineamento de como começar qualquer projeto.

Tenho trabalhado muito nos bastidores com a parte estratégica de projetos diversos e nestes podemos incluir o próprio Amenidades do Design, que já ganhou o apelido de Ame Design e vai ganhar nova marca, layout e posicionamento mais robusto até o seu aniversário de 10 anos, no ano que vem! Pronto! Acabei de tornar público nosso prazo - sim, nosso porque tem outros designers comigo nesta empreitada - nada melhor do que um prazo para produzir logo, certo?

Bom, enquanto isso não acontece vocês podem continuar a me acompanhar nas redes, nas quais gosto de compartilhar conteúdos complementares entre si. Meu Twitter está mais vivo do que nunca, no Facebook tenho sido mais produtiva no meu perfil pessoal mas a página ainda existe - e vai voltar a ativa -, tem o Linkedin e o Pinterest mas teremos mais uma novidade: vou lançar uma série que será especialmente publicada no Medium e se chamará Micro Contos Etnográficos sobre assuntos diversos que tocam nosso dia-a-dia como designers e estrategistas de negócios e serviços a partir de observações participantes curtas e bate-papo com as pessoas em situações diversas. \o/ Muita coisa acontecendo e muito mais por vir... rsrs

Pois é, vou falar mais de imersão, pesquisa centrada nas pessoas e abordagens colaborativas de criação e, claro, muito pensamento de design - ou design thinking para quem preferir - com a perspectiva crítica e positiva de sempre.






Então para começar já nesta postagem vocês viram a notícia sobre os designers da IKEA que fizeram uma imersão extrema vivendo em um simulador de vida no espaço para obter inspiração para coleções futuras? Imersão e vivências extremas são um caminho para o estranhamento, já que você não está acostumado com aquela "realidade" ou "dia-a-dia", e este estranhamento produz insights através do pensamento lateral criando novas e surpreendentes hipóteses e com elas novas maneiras de lidar com as mesmas questões que possam envolver, neste caso da IKEA, falta de espaço, mobiliário e necessidades diárias.




A boa notícia é que você não precisa ir ao espaço se tiver o "mindset" certo de se colocar no lugar dos outros e trazê-los para o projeto, trabalhando em colaboração. Se você entende o porquê precisa saber escutar de verdade as pessoas já está a meio caminho de entender como você pode fazer a diferença na vida delas, e consequentemente, na sua também ;)

Nos veremos mais vezes a partir de agora <3 br="">

Nenhum comentário:

Postar um comentário